Biografia de Lizha James | Musicafresca.com

Lizha James

Biografia de Lizha James

Elisa Lisete James Humbane, popularmente conhecida como Lizha James (Maputo, Moçambique em 12 de dezembro, 1982), é uma cantora moçambicana, nascida na capital de Moçambique (Maputo); seu estilo de música inclui uma mistura de ritmos como Marrabenta, Reggae, R&B e Hip hop. Ela também é notória pelo estilo de Moçambique Dzukuta e Pandža. Foi por dois anos consecutivos indicada como uma das artistas mais bonitas de Moçambique.


Início da vida e carreira
Filha de Jaime James Humbane e Fernanda Madalena, ela começou a cantar, como parte da Igreja Metodista, Igreja Metodista Unida. De acordo com o pai dela, Elisa é o nome da tia dela que costumava cantar tão bem. De acordo com sua mãe, Lizha nunca foi uma garota problemática, sempre voltadas para estudos e a religião. No entanto, aos 14 anos o seu gosto musical mudou completamente, quando Elisa incorporou o grupo Electro Base ao estilo de house music. No entanto a sua carreira ganha um impulso apenas quando ela começou a perfomar solo, lançando seu primeiro álbum em 2000 – “Watching You”. Dois anos depois, ela começou a trabalhar como modelo de impressão para empresas como Coca Cola, Sabco, Mcel, King Pie, etc.

Rainha do Reggae
Em 2005, Lizha lança seu segundo álbum um grande sucesso  “Rainha do Ragga” que inclui sucessos como “4 all ya”. Em 2006, com o clip de vídeo para esta canção Lizha é premiada com o Melhor Vídeo Feminino no Channel O Music Video Awards. Ela foi indicada em seis categorias.

Sentimentos de Mulher
Este é o terceiro álbum lançado pela Lizha James e possui mais crescimento musical com uma mistura de Marrabenta e Reggae. Singles mais populares do álbum incluem canções como “Lutas Entre Familias” e “Aniguiri” que apresentam brilhante mistura de diferentes gêneros de música, portanto, definem gênero de música moçambicana popular. Em 2007, ela é novamente premiada com o Channel O Music Video Awards de Melhor Vídeo na categoria R&B, e Afro Music Channel Grammy de melhor música com a canção “Nuna wa Mina” significado “Meu marido”). Em 2008 ela é novamente premiada com o Prêmio Channel O Music Video Awards para Meçhor vídeo feminino, para a canção “Nita Mukuma Kwini” (“Aonde vamos?”).

Durante este período, Lizha fez diversas parcerias com cantores como Sul Africano Mandoza, Loyiso e Kabelo. Em 2009, ela foi premiada com o Melhor Artista da África Austral para a música “Estilo xakhale”. A canção foi uma colaboração com artistas Sul-Africanos Loyiso e Kabelo.

Em 2010, ela gravou uma música com a cantora brasileira, Alcione “És Meu” para a parte II do seu álbum de Sentimentos de Mulher. Para o mesmo álbum, ela gravou sua versão para o aclamado música moçambicana “Totte”, remixagem dos sons de jazz com Jimmy Dludlu.

Bang Entretenimento
Bang Entretenimento é a empresa de entretenimento e etiqueta fundada por seu namorado bang, que promove músicas moçambicanas e ajuda a organizar eventos no país. O rótulo usado para ter muitos dos mais famosos artistas moçambicanos como, Valdomiro Jose, Dama do Bling, Ziqo, Denny OG e Marlenn. Juntamente com Lizha realizara, uma série diversas músicas como “Amigo é quem ajuda” e “Sekelekane”.

Casamento e acontecimentos atuais
Em 2010, Lizha James finalmente ficou noiva e se casou com seu namorado de longo prazo e produtor musical Bang. Seu casamento contou com a presença de famosos artistas africanos, como Anselmo Ralph, Gilberto Mendes, entre outros. Seu vestido de noiva foi desenhado pelo estilista moçambicano Taibo. Após este, Lizha deu à luz a uma menina. Durante o tempo de gravidez Lizha reduziu suas aparições, porém ela continuou ativa no mundo da música.

Em 2011, Lizha lança “Nandi We”, uma canção que fala sobre a violência doméstica, e no mesmo ano, “Stop Trafico”, financiado pela Embaixada dos EUA em Moçambique e fala sobre o tráfego de crianças e dá a conscientização das pessoas sobre este problema real em Moçambique, bem como em todo o mundo. Algumas pessoas, porém, acharam o vídeo muito pesado.

Prémios e indicações
O ano de 2006 marca o início da saga de James: quatro anos consecutivos nomeada e premiada a nível do continente, transformando-se numa das cantoras mais importantes de África.

Logo no primeiro ano (2006) em que participou nos Grammy Awards do Channel O (África do Sul), James foi nomeada para quatro categorias, acabando por vencer na categoria de Artista Revelação.

Em 2007, James torna a participar nos Grammy Awards do Channel O, conquistando o prémio para o Melhor Vídeo R&B, com “Nuna wa Mina”. Com o mesmo tema vence ainda na categoria Melhor Vídeo do Ano, desta feita nos Grammy do Afro Music Channel.

Em 2008, volta a vencer na categoria de Melhor Vídeo Feminino, nos Grammy do Channel O, com “Ni Ta Mu Kuma Kwini”. Em Moçambique, recebe o Diploma dos Campeões do Município de Maputo.

Em 2009, vence o Grammy do Channel O – mais um título, desta feita, o de Melhor Artista da África Austral, uma categoria para a qual concorreu com o vídeo da música “Xitilo xa Khale”.

34,016 total views, 10 views today

Loading...